quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Educação sexual é saber dar uma?

Boa noite ao estimado leitor e perdão pelo título ordinário deste artigo.
A verdade é que tive de escrever um título ordinário porque fui inspirada pela popularidade arcaica do interior de Portugal, num café local...onde nas horas mortas se fala de sexo mas onde nunca ninguém ouviu falar nem de herpes genital, nem da famosa "doÊnÇa do Beijo"onde todos falam alegremente de "metê-la"quiÇa num corpo feminino e voluptuoso, mas ninguém se interessa por saber que a verdade é que uma grande percentagem das mulheres portuguesas quando descobrem que estão grávidas descobrem também que têm sida.
Um dos rapazes da aldeia dizia ainda: "Aqui na aldeia é tudo escape livre". Deve ser tudo assim: um escape livre da saúde, um escape livre da educaÇão, um escape livre da própria vida... Centenas de adolescentes e mesmo adultos continuam ainda acreditar que se contarem os dias da ovulaÇão serão capazes de calcular o dia da fertelizaÇão, outros ainda criam mitos obcenos sobre o uso de espirais vaginais que são introduzidas dentro dos corpos das mulheres porque alguém na escola, que também nunca teve educaÇão sexual explicou com aquele jeito de "quem vai dar uma" os enigmas do corpo feminino.
E pergunto: Quando é que a educaÇão sexual vai ser uma disciplina obrigatória nas escolas secundárias, leccionadas por alguém que entenda de facto que deve instruir homens e mulheres para o futuro?

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

O desconto das finanças que nunca aconteceu

Estimados leitores,

Hoje escrevo indignada. Por amor de Deus, digam ao D`antas, ao homem que cheira mal da boca e que trabalha nas finanças que eu não posso descontar para as finanças portuguesas um artigo que nunca me foi pago apesar da maldita compilação de frases ter sido publicada...digam a esse D´antas que usa ceroulas que pare de tentar fingir que sabe enviar e-mails e que pare de usar essas orelhas e de fazer urrrrrrrr...quando lhe digo que não vou descontar para as finanças para depois ter de pagar imposto como independente por ter decidido escrever por livre arbítrio
um artigo sobre "Uma exposição de Portugal e os descobrimentos" (imagine-se a ironia)!!!!! De descobridores passamos a D´antas. Gostava ainda de dizer mais uma coisa, esta mania dos recibos verdes só me faz é lembrar o papel higiénico e digo mais: se não fosse pelo papel ser de tão má qualidade usava-o com um fim mais digno e fazia questão de primir o papel seguinte com tal vigor que nunca mais ninguém me pediria confirmação de dados ou tão pouco que inventasse valores ou preenchesse espaços, quando o espaço mostra que afinal os portugueses são canalhas improdutivos porque imagine-se não são pagos!!!Nem são suficientemente criativos (como eu)
para imaginar que foram pagos e descontarem depois mais impostos nos anos seguintes para um estado que vive afinal de D´Antas como aquele das finanças.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

A lição final de Jorge Ferreira




"Gosto de si, sabe porquê? Você vê o mal." Esta foi uma das muitas frases que jamais esquecerei vindas da boca desse homem que foi meu professor de Direito na Universidade. Não sei se o professor me consegue ainda ver ou ouvir, porque os mistérios da morte são muitos e insondáveis mas a cada dia que passa pareÇo pressentir e ouvir a sua liÇão final, uma liÇão com exemplo como tanto gostava de fazer nos seus infindáveis exercícios de leis, normas e constituiÇões.
A mensagem e a lição de moral é simples e dura: Quem fuma morre a cada instante e o instante que podemos ter de gosto, de prazer ao ouvir, ou ver alguém, pode acabar assim...como se tivesse sido fumo, ou um sonho, ou nada.
Como pode uma folha verde depois de transformada pelo homem ser um veneno tão eficaz e parecer tão inofensivo?

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Where and what to do in the north of Portugal?

Many people believe that only Algarve or Lisbon are nice locations to visit
in Portugal. In fact the interior of Portugal has more history and fun that you can possible imagine...and guess what? Many of those interior locations are less expensive to go in Holidays.
You can discover great Castels of Portugal like " O Castelo de Gimarães"or enjoy the less poluted river in all europe " Rio olô" In Amarante. And because the nature is green and precious in this part of the country you can make many radical sports like kayak, body jumping in " Marão".
But what is really great in this area is definally the food, you will find thousands of traditional dishes for a very low price and great quality " Anho assado no forno" "Tripas à moda do Porto" " Arroz de Cabidela"...the list is endless and the monuments that you can see also...If you wish for instance to visit the " Torre dos Clérigos" in Porto, a place considered by many as the hightist point in the second biggest city in Portugal you will not pay more that 5 euros!!!
There are many rural hotels of very hight quality to rest and to know totally different people like " Casa da Calçada" or even less known secret places like " Casa de S.Faustino de Fridão". 
      
If you are a traveller and if you enjoy the unknown and rich historical places you should visit the only part of the world where " vinho verde" is made.